Com vitória de Covas, Doria caminha no projeto nacional

O Povo – 30/11/2020

Adversário de Bolsonaro, governador garante mais uma vitória eleitoral com reeleição de Bruno Covas. Mesmo derrotado, Boulos representa força de esquerda que emerge

Bruno Covas (PSDB) foi reeleito prefeito de São Paulo com ampla vantagem sobre Guilherme Boulos (Psol). 59,38% a 40,62%. Desde 1998, quando instituída a reeleição, somente Gilberto Kassab (então no DEM) havia renovado mandato nas urnas.

A vitória reafirma a força tucana em São Paulo e, mais do que isso, inicia a pavimentação do caminho do partido rumo à disputa de 2022. Um partido com as feições do governador de São Paulo, João Doria.

Embora a rejeição do eleitorado paulistano tenha feito com que as aparições dele na campanha do aliado fossem raras, quase inexistentes, Doria e Covas formam dupla que tem se consolidado como força contrária a Bolsonaro à direita do espectro político.

Evidentemente com o atual governador à direita do prefeito reeleito, este mais fortemente conectado ao que resta de social democracia nas ações da legenda – além do nome.

Foi a partir da crise sanitária que eclodiu a cisão entre os tucanos e o capitão do Exército reformado. A condução de Doria e Covas, em parceria, se estabeleceu nacionalmente como antítese do negacionismo científico e do confronto que são as marcas de Jair Bolsonaro (sem partido) perante à Covid-19.

Se as declarações políticas e os movimentos do presidente dão margem para o entendimento de que está em constante campanha presidencial, são visíveis também os planos nacionais do governador tucano.

A reeleição de Covas é resultado de uma aliança de 11 partidos, muitos deles pertencentes ao centro ou ao “centrão”, e também à direita, como MDB (vice), Cidadania, Podemos, PSC, PL e PP.

O prestígio que terão na gestão poderá municiar, ou não, Doria nos diálogos que travará com esses atores daqui a dois anos.

Fisiológico, o Republicanos do candidato Celso Russomano, nome apoiado por Bolsonaro que naufragou na disputa, é outra legenda que pode vir a estar no radar do tucano.

De um ponto de vista mais imediato, Rodrigo Prando, cientista político e professor do Instituto Mackenzie(SP), analisa que Bolsonaro terá dificuldades em polarizar com um perfil mais pacato como o de Covas.

Num cenário com Boulos prefeito, entende o sociólogo, a vinculação à esquerda e aos movimentos sociais seriam objeto de constante exploração nos confrontos políticos buscados pelo presidente. “O PSDB, neste caso, sai fortalecido especialmente para o projeto de 2022”.

Boulos foi ao segundo turno em São Paulo na segunda eleição majoritária que disputou. Na primeira, a presidencial de 2018, não mostrou objetivamente viabilidade de avançar ao segundo turno. Nesta, superou de longe Jilmar Tatto (PT), por exemplo, estacionado na quinta colocação, levando à sigla a interrogação sobre a escolha pela candidatura própria.

Prando entende que Boulos, assim como Manuela D’Ávila (PCdoB) em Porto Alegre, saem cacifados com a derrota nas urnas. Para ele, ainda que não retornem a disputar eleição presidencial – Manuela foi vice do PT -, ambos são ativos que os partidos passam a ter nas eleições estaduais.

“Uma vantagem da esquerda é ter sido uma esquerda que se afastou do ‘lulopetismo’. (…) Nós podemos dizer que foram os principais representantes de uma esquerda mais renovada no sentido de idade, no sentido geracional”, ele destaca.

No decorrer da campanha, os dois adversários travaram embates marcados por um comportamento predominantemente marcado pela civilidade.

Na segunda etapa, o socialista conseguiu reunir no entorno de si o ex-presidente Lula (PT) e o ex-ministro Ciro Gomes (PDT), que andam constantemente se acotovelando, além do governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB). Boulos afirmou desejar que a coalizão se repita no plano nacional.

O prefeito de São Paulo, Bruno Covas, foi reeleito com 59,38% dos votos (Foto: Divulgação )

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s